Releituras 2016

Depois de muito tempo sem aparecer, resolvi tirar a poeira eletrônica do blog, que é bem modesto, mas todos os dias recebe um/dois acessos. 

Desde o ano passado (acho) estou me dedicando ao exercício de releitura, mesmo tendo uma penca de livros inéditos para terminar. Por outro lado, reler é preciso. Você precisa voltar outra pessoa, diante de uma história/poema também mudado.

Hoje, revisitei Animal farm, do genial George Orwell. Embora o livro esteja sempre associado a uma crítica à revolução russa e os personagens Napoleão e Snowball estejam ligados a Stalin e Trotsky, respectivamente, creio muito na atualidade dessa história. 

Animal farm é uma narrativa sobre uma esperança de libertação, por meio de uma rebelião dos animais, já insatisfeitos com suas condições de vida (na verdade, é o porco Old Major quem organiza uma reunião para alertar os bichos de todos os males que eles tem sofrido). O que ocorre, no passar do tempo, uma mudança gradual de postura, de discurso e a tão sonhada liberdade está sempre além, no outro dia. 

Impossível não associar Animal farm, e em certa medida 1984, com a situação política atual. Quando digo política, não confunda com politicagem e partidarismo sujo, embora seja isso que justamente toque fundo na ferida quando lemos Animal farm. Os menos favorecidos, os que não conseguem ler, nem mesmo aprender, os que esquecem rapidamente porque todos os dias tem muio trabalho e pouca comida sempre serão explorados. (Parece a nossa realidade, mas essa é a rotina dos animais no romance).

Enquanto isso, homens e porcos brindam seu sucesso, calcado no sacrifício das massas. 

  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s