Capas em Lisboa #3

A capa de hoje é especialíssima, pois é muito difícil alguém não gostar de Kafka e a história agoniante de Gregor Samsa. O que é mais impressionante: o fato de ter se metamorfoseado em um inseto ou a sua preocupação com a família e o chefe? Para mim, desde a primeira leitura, o que mais me aterrorizou (essa palavra é um pouco de exagero, mas define bem) foi o fato do Gregor se preocupar em maior grau com o que acontecia fora de seu quarto. Isso rende uma boa reflexão sobre nós mesmos e o mundo lá fora, até que ponto o outro deve ter poder sobre as nossas atitudes, nossas vontades.

IMG_4363

Essa capa é de uma edição pocket da Leya, da coleção Bis. Além das capas legais, os títulos também são ótimos. Tem Vinícius de Moraes, Anónio Lobo Antunes, Edgar Allan Poe (<3), Jorge Luís Borges (<3 ❤ ) entre muitos outros.

O que eu mais gostei nessa capa foi a variedade de insetos, afinal é difícil saber exatamente em quê Gregor Samsa se metamorfoseou. Quando eu li pela primeira vez, imaginei um besourão, mas muitas pessoas imaginam uma barata. Portanto, a capa mostra as diversas possibilidades de imaginar Gregor em seu novo estado.

IMG_4016

Essa capa eu achei bem legal, mas esqueci de anotar a editora. Assim que souber, atualizo o post. Interessante esse ponto de vista do inseto.

Até a capa mais próxima 😉

PS: Com o final do ano se aproximando, vai ter post dos livros mais legais LIDOS em 2015.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s