Últimas notícias: Aristófanes, Leskov e mais

Hi everybody,

O fim do ano (não me vem com fim do mundo!) se aproxima. Ainda não é chegado o momento de fazer o balanço final de leituras de 2012, o que, a propósito, resultará no top 10, isso mais adiante, talvez perto do Natal!

O update dessa semana tem a ver com algumas leituras dos últimos 7 dias (iniciadas antes ou não): Viagem ao México (Silviano Santiago), Homens interessantes e outras histórias (Leskov), As nuvens e Lisístrata (Aristófanes) e Prometeu acorrentado (Ésquilo).

Vamos por partes: gostaria de ter tido mais tempo para ler o Viagem ao México, mas, os dois dias disponíveis que me cabiam para finalizar o livro me permitiram muito pouco. In fact, acho até que rendi muito mais do que poderia. Não foi lido totalmente “à moda bicho” como pensei que seria. Romance pós-moderno, enquadra-se na teoria da metaficção historiográfica da Hutcheon. Narração intercalada entre narrador e personagem (Antonin Artaud), memórias, reflexões sobre a arte, a ideia de Europa, a ideia de América, o esfacelamento dos ideais. É denso.  imagem

 

 

Seguindo…

A minha aversão por textos dramáticos é um fato. Aristófanes, por sua vez, me fez mudar um pouco de ideia. Ele é autor de comédias, talvez por isso o outro lado menos pesado do texto, mostrando as críticas com um tom mais satírico e menos moralizador. As nuvens é um texto bárbaro, filosófico do início ao fim – fim este com o qual não concordei, pois os deuses vencem o pensamento. O que importa é a sua construção, muito bem alinhavada. Lisístrata é mais engraçado do que muito bom, mas merece destaque porque coloca algumas questões em voga e dá voz e poder para as mulheres (as feminista pira). Por fim, Prometeu acorrentado do Ésquilo é médio (me matem), o problema todo reside em ser um texto dramático. Enfim…

Homens interessantes e outras histórias, de Nikolai Leskov teve sua leitura finalizada hoje. Russos, vocês são demais!

Não foi por acaso que Walter Benjamin homenageia Leskov em seu famoso ensaio “O narrador.” Leskov guarda o jeito simples e instigante de se contar uma boa história. Permeando o discurso de “mistério” e “o fato aconteceu de verdade”, embarcamos em contos que falam muito sobre o que é ser humano.
Destaque para “O papão.”

Em breve:

Top 10 livros de 2012- farei uma lista de “indicados”

Divulgação do top 10 neste saite.

Hugs!

IMG_0569

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s