O grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald

Demorou, mas chegou. Hoje estou inspirada para falar um pouco sobre esse livro do Fitzgerald – o qual gostei muito, por sinal.

Vamos aos resumos: O grande Gatsby é uma narrativa acerca dos hábitos sociais norte-americanos no início do século XX. Logo, todos os avanços trazidos pela modernidade são discutidos, como pano de fundo, enquanto uma teia mais complexa e misteriosa se desenvolve por cima desse tecido.

Nick Carraway, o narrador, vai morar em Midwest a fim de consolidar sua carreira de comerciante. Lá, conhece Jay Gatsby, um misterioso jovem milionário que promove grandiosas festas, atraindo celebridades desde o mundo dos esportes até o universo cinematográfico.

Carraway, com o tempo descobre que Gatsby tivera um relacionamento no passado com sua prima Daisy (casada com Tom Buchanon, que a trai sem nenhuma cerimônia) e isso leva a uma série de desdobramentos que não posso revelar aqui, pois seria desonesto com quem quer ler o livro! 😀

Passado o resuminho básico cuja finalidade é despertar a curiosidade dos leitores, vamos a algumas observações importantes sobre a obra:

Primeiramente, gostaria de comentar uma semelhança absurda que encontrei entre esse livro e aqueles de Machado de Assis. Não, o Fitzgerald não é mais genial que o Machado (se o fosse, eu diria mesmo) mas a atmosfera permeada pelo cheiro da traição (escancarada), as relações da elite baseadas no interesse econômico, aparências esmagando essências são pontos que se tocam. Além disso, o narrador de O grande Gatsby reflete sobre a história que conta, fazendo aí uma metaliteratura (não tão acentuada como a que se tem em Memórias póstumas de Brás Cubas) que contrasta o momento da narração e o do acontecimento dos fatos. O sucesso de Fitzgerald foi tamanho que o livro chegou a ser adaptado para os palcos da Broadway e para as telas hollywoodianas.

Posso afirmar que o romance contém um pouquinho de tudo aquilo que gostamos nos livros:  mistério, amor, a sociedade sendo evidenciada e criticada, o desfecho intrigante…feliz? Descubra você mesmo.

Anúncios

5 pensamentos sobre “O grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s